[Filme - Opinião] How to be Single | Como ser solteira

Título Original: How to be Single
Realização: Christian Ditter
Elenco: Dakota Johnson, Rebel Wilson, Alison Brie, Damon Wayans Jr., Leslie Mann
Argumento: Abby Kohn, Marc Silverstein
NOS Audiovisuais | EUA | 2016 | Comédia, Romance

SINOPSE
Existe uma forma certa para se ser solteiro, a forma errada e depois… a Alice. E ainda a Robin, a Lucy, a Meg, o Tom e o David. A cidade de Nova Iorque está repleta de corações solitários à procura da sua cara-metade, seja para uma relação séria, um caso, ou algo pelo meio. E algures entre as mensagens sensuais e os casos de uma noite, o que estes solitários têm em comum é a necessidade de aprenderem a serem solteiros num mundo onde a definição de relação está constantemente a evoluir. Dormir na cidade que nunca dorme, nunca foi tão divertido!

Um filme excelente, adorei!
Não é o estilo de filmes que mais gosto, por isso me admirei ter gostado tanto, mas de facto gostei mesmo, do principio ao fim!

A dose certa de comédia, drama e romance. Inclusive tem uma mensagem forte e profunda para todas as mulheres, especialmente as solteiras, que o são por escolha, porque querem.

Eu, pessoalmente, estou solteira por escolha e não por falta de oportunidade, quero mesmo estar solteira em absoluto, de momento, quero dedicar-me única e exclusivamente a mim e aos meus objectivos. Já empatei demasiado tempo da minha vida em relações obsoletas longuíssimas, algumas das quais até cheguei a perder parte da minha personalidade, e para estar tão mal como já estive, acreditem: Mais vale só que mal acompanhada!!

Que se lixem os estereótipos e exigências da nossa sociedade, que até nos tempos tão liberais como hoje, uma jovem solteira com a minha idade a viver sozinha, ainda por cima com dois gatinhos é um choque, e o primeiro sentimento de muita gente será de pena, e depois ainda tentam a toda a força nos juntar com outras pessoas só porque não suportam a ideia de alguém conseguir ser perfeitamente feliz e preenchida - solteira!

Mulheres fortes e independentes são fascinantes, dependentes e carentes de homens são patéticas.
Atenção! Não abomino de forma alguma o amor! Um dos meus livros e um dos meus filmes preferidos ("o amor acontece") são dos mais lamechas de sempre. Por incrível que pareça a quem me conhece, acredito no amor à primeira vista, no destino, em almas gémeas, mas apesar de acreditar nessas coisas acredito com muitíssima força que nunca, mas NUNCA deveremos de perder a nossa essência em prole de outra pessoa. NUNCA!
E se uma mulher quer ser solteira por uns tempos, ou o tempo todo que quiser, desde que seja feliz e se sinta realizada, que o seja!

Tem a ver com a nossa própria felicidade, e não juízo de valores de pessoas que não sabem ser felizes sem viver clichés da sociedade, ou pura e simplesmente não sabem viver felizes sozinhas nem toleram a ideia de que outros consigam.

Espero um dia encontrar o verdadeiro amor, mas até lá AMO SER SOLTEIRA!

TRAILER
Adorei o filme!


Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑