[Opinião] Em Fuga | Peter May

SINOPSE
Em 1965, cinco amigos, todos adolescentes, cansados da rotina e temerosos de uma vida previsível, fogem de Glasgow com destino a Londres e o sonho de serem estrelas e de transformar a sua banda de música num sucesso. No entanto, antes do final do primeiro ano, três deles regressam a` sua cidade natal na Escócia - e voltam diferentes, danificados, sem que ninguém perceba a razão para tal. Cinquenta anos mais tarde, em 2015, um brutal homicídio na capital inglesa obriga esses três homens, agora com quase 70 anos, a regressar a Londres e a confrontar, por fim, a mancha escura do seu passado da qual tentaram fugir durante toda a vida.
Em Fuga é um intenso e empolgante romance policial sobre a amizade, as paixões perdidas e os sonhos estilhaçados.

Acabei agora mesmo de ler este livro, e ainda me sinto abalada por esta aventura. Foi uma leitura sôfrega, diferente e vertiginosa, com uma escrita emocionante, visual e fluída.
Foi a minha estreia com este autor que se tornou definitivamente um dos meus preferidos, e estou ansiosa por ler mais livros deste autor!

Não consegui descansar até acabar a leitura, e sempre que tinha de fechar o livro pensava no que tinha lido, nas voltas e reviravoltas da aventura daquele grupo, nos tempos de hoje e nos tempos já idos. A história é contada em duas partes, na terceira pessoa em 2015, e na primeira pessoa, através de Jack em 1965. Ambas as partes se completam e adorei tanto uma como outra, tanto a história deles à 50 anos atrás como nos dias de hoje, senti-me a viver a aventura com eles e senti o que eles sentiram, pois o livro está escrito de tal forma que nos transporta intensa e perdidamente.

Durante a leitura, vamos tendo pistas sobre o que terá acontecido ou o que irá acontecer, mas não de uma forma aborrecidamente previsível, mas sim de uma forma quase aflitiva em que tinha de continuar a ler para ver se as minhas suspeitas tinham fundamento ou não. O autor descreve as estradas, ruas e paisagem de tal forma que parece que estamos a ver o mesmo que ele, e sendo essas ruas, estradas e edifícios verídicos, qualquer pessoa pode, através deste livro, fazer a mesma viagem, seguir os mesmos passos que este grupo de amigos e passar pelos sítios que eles passaram. Se eu tivesse essa oportunidade, sem dúvida que o faria.

Oastler House/Quarry Hill anos 60

Victoria Street, Kings Cross, Sydney anos 60

Mearns Road, Clarkston, Glasgow (1966)

Roundabout under construction at Clarkston Toll, Glasgow, in March 1964.

Enquanto lemos vamos aprendendo algumas coisas sobre história e cultura geral, do presente e do passado, pois está tudo bem narrado e explicado, por vezes em forma de diálogo. Também se pusermos as músicas dos êxitos dos anos 60 a tocar ao mesmo tempo em que aparecem na narrativa, ainda mais embrenhados na leitura ficamos. A descrição de pessoas famosas e de acontecimentos reais (ou inspirado nesses acontecimentos), como é o caso do Dr. J.P. Walker e das suas experiências, é fascinante e interessante e torna tudo ainda mais realista e emocionante. 

No entanto, não considero um romance policial, um thriller sim, drama sim, policial? Não.
É um livro que nos mostra de uma forma íntima como eram os loucos anos 60, as drogas, álcool, música, festas, bandas, gangs, ... cinco bons amigos que vão tentar conquistar o seu sonho de formar uma banda, fugindo assim dos seus problemas pessoais e familiares, ultrapassando muitas peripécias pelo caminho, e são bastantes, quase impossível de acreditar no azar e na consequente sorte destes jovens, mas também nos faz pensar sobre a vida, sobre a velhice, sobre quem realmente somos, o que verdadeiramente queremos, se estamos arrependidos com o rumo da nossa vida e que ainda vamos a tempo de mudar tudo, independentemente da idade que tenhamos, pois: "O arrependimento é um desperdício tão grande de energia... Não se pode desfazer o que foi feito. Mas cada novo dia nos oferece a oportunidade de o vivermos como queremos..." - Pág. 368

A escrita deste autor é sem dúvida sublime e envolvente.

Mais do que recomendado.

4 comentários:

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑